Desabafo

Fixo

Eu não aguento mais esse papo de machismo e feminismo. Isso divide tanto a gente. Essa guerra pra saber se houve estupro ou não no caso da menina do rio de janeiro só mostra o quanto nós estamos desconectados dos nossos sonhos e das nossas aventuras. Precisamos aumentar o nível de empatia entre homens e mulheres. Nem todas as mulheres são vítimas. nem todos os homens são estupradores.

Generalizar é sempre uma maneira burra de se comunicar. E digo isso generalizando que é pra ver se alguém pega a piada. Mas acho difícil nos dias de hoje, com tanta preguiça que as pessoas tem de pensar.

#prontofalei

Aventura

Fixo

a animação começa com um gordão de cabelo curto, terno e gravata, sentado numa cadeirona super confortável, num escritório bonito. Ele olha no relógio, enfia a mão num saco de salgadinhos e estufa a boca… vira um copo de alguma coisa e arrota… aperta um botão e a mesa dele maravilhosamente se transforma numa mesa de pinball. Ele coloca uma moeda e começa a jogar… gargalha por instantes, fica puto porque perde… coloca outra moedinha e a camera começa a seguir a moedinha pelo cano… ela segue um caminho enorme, com bifurcações, até que cai de um cano na nuca de um homem que está sentado na frente de um computador, arcado pra frente como se dormisse ou fosse um boneco. A moeda cai no buraco na nuca dele, cling, ele de repente acorda e começa a mexer num computador que está na sua frente como se estivesse trabalhando. volta pro gordo jogando, a maquina de pinball marcando vários pontos. . Volta pro cara trabalhando, toca uma sirene, um outro gordo aparece do lado dele com um carimbo, carimba-lhe a mão. ele levanta e sai correndo em uma direção. outros muitos aparecem correndo na mesma direção, vindos de corredores bejes, com quadrinhos idiotas. eles chegam numa sala bem apertada onde uns pisam em cima dos outros e conseguem escapar por um buraco no teto. alguns não escapam. lá em cima os homenzinhos sentam em bancos, levantam as mãos carimbadas e recebem comida. depois de comerem jogam os restos no buraco de onde vieram e saem correndo por uma outra portinha, por outros corredores até suas mesas. Um compactador de lixo é passado no andar de baixo, com os que não subiram e o restos dos outros… achata tudo e joga num incinerador. volta pro gordão socando a máquina porque perdeu uma bolinha. põe outra moeda e ela volta pelo cano. cai na nuca de um carinha meio engravatado, como se fosse um chefe. ele levanta, vai até um baiazinha onde os funcionários estão trabalhando naquele mesmo esquema robozinhos, dá com um taco de beisebol na cabeça de cada um. após a paulada o funcionário vira em sua direção, ainda sentado, abre o ziper do cara e chupa o pau dele, a camera pegando o chefe de costas. a camera afasta e mostra vários desses perto de outras baias fazendo o mesmo. todos esses chefes depois se afastam das baias e se reúnem em outra sala, em silêncio, olhando desconfiados um para o outro, imóveis. um deles ameaça um movimento e leva uma paulada na cabeça. começa uma pancadaria generalizada entre eles, deixando metade ensanguentada no chão e a outra metade arrebentada, assustada e se olhando, recuando devagarzinho. saem da sala correndo. o restante fica agonizando. volta pro gordo no pinball, ele fazendo vários pontos na máquina, até que começa a jogar um daqueles joguinhos de animação das máquinas. o nome do jogo é “break the spirit”

Echo’s of a broken heart – Poems I find somewhere

Padrão

Echo’s of a broken heart

Broken, Ripped, Dismembered

This is the state of a heart that endured to betrayal.

You can't get close, You don't trust most

You opened your heart, He tore it apart

You delivered your love, You were spat on from above

You watched him leave as you bleed watching the seed of your anguish sprout like thorns piercing through flesh and spirit.

Hurt, pain, agony

These are the only words your lips will taste as your heart is harden from its bitterness.

You refuse to love to avoid the pain as you bask in the dismay of your lonely soul.

Wallowing in the shadows of your misery.

The storm has lasted so long you don't remember the existence of light.

So long you've been in the dark that you no longer know the moon from the sun.

Querendo prazer

Padrão

Quantas luzes precisam acender

até você me enxergar?

Quantos sons eu tenho que fazer

pra você me escutar?

E se esses sons forem de gemer

será que assim vão te excitar?

Fazer você enfim me olhar

como mulher que quer prazer

Lonely Happiness – Poems I find somewhere

Padrão

Lonely Happiness

Lonely Happiness

When you cry and your tears dry, surrounded by somber crowds it often comes by, scrubbing crude and obscene stains of sorrow hoping it cleans then you might know what loneliness means.

When you are happy and smile by yourself, or are sad, angry and sulk on your own, when you thrive to achieve but are blown to smithereens, then you might know what loneliness means.

When you are showered by love and beauty, listen to music play, but know this stale, numb emptiness is here to stay, A hollow, cold, frozen prisoner like other heartless living machines then you might know what loneliness means.

When you see this life of meaningless persistence, love or hate are no longer relevant or even in existence, and find joy in this freedom of empty screams, then you might know what loneliness means.

When you go through endless horrors of suffering and pain, and realize that there is nothing else to lose or gain, impermanent attachments of meaningless dreams, then you might know what happiness means.

Depressão é pra quem pode!

Padrão

Hoje vamos de prosa poética. Uma mistura de fluxo de consciência com cadência e sem sofrência, porque tristeza muita não tira ninguém do lugar. Já diriam os depressivos.

Aliás, hoje eu queria falar sobre eles: os depressivos, tristes, melancólicos, deprimidos, pessoas viciadas em tristeza que curtem uma vibe pra baixo, saca?

Já repararam como isso é doença de gente rica? Nunca vi as empregadas de casa reclamarem que estão com depressão, sem vontade de viver, ou pensando em suicídio. Sempre que esse papo chega até minhas orelhas ele vem de um burgues que não tem onde enfiar dinheiro e reclama da vida…

Construindo casas e sonhos

Padrão

Eu nunca escondi de ninguém que uma das paixões da minha vida – no campo do conhecimento  pelo menos. Amo estudar o aproveitamento do espaço, a entrada de luz, as texturas e cores que melhor combinam com os móveis em cada ambiente… Pé direito alto, jardim de inverno, todos esses conceitos arquitetônicos sempre me chamaram muito a atenção, muito antes de eu entender que a arquitetura era uma ciência estudada por serumaninhos 😀

casinha em buziosDesde que mudamos aqui pra cabo frio eu tenho feito várias anotações a respeito das mansões que temos visitado quando papai, mamãe e eu saímos para ir na casa dos vizinhos para jantar ou almoçar… aqui só tem milionário, um casarão mais lindo que o outro. Eu sempre me pego perguntando a respeito dos detalhes, das construções, dos arquitetos que construíram isso, de quem sugeriu aquilo… Percebi que por mais que a pessoa tenha bom gosto e trato com o espaço e com a decoração, a função do arquiteto é fundamental para conseguir um desenho bem ajustado da casa e de seus cômodos.

Dá pra perceber direitinho quando foi o dono metido a besta que ficou dando pitaco na casa e quando foi um arquiteto experiente. A gente já visitou um monte de casas de luxo aqui em búzios e cabo frio – uma mais linda que a outra – mas tem umas que tem uma breguice, uma falta de estilo e de jeito nos materiais, nos cantos, nos detalhes, na combinação de cores, na integração com a natureza, no recebimento da luz do sol, enfim, casas luxuosas e cheia de detalhezinhos mal feitos. Dá um dó danado. Gente com dinheiro acha que sabe de tudo e prefere não pagar um profissional habilitado para fazer suas obras serem de arte!

Eu sempre quis estudar letras por essa minha paixão gigante pela poesia e pelas palavras, mas depois que viemos morar aqui no meio desse monte de milionários e de eu perceber todas as possibilidades da arquitetura uma vez que se tem uma grana para investir no projeto, estou cada vez mais propensa a me formar arquiteta e trabalhar nesse mercado. Estou pensando em procurar algumas referências, fazer uma pesquisinha minha mesmo por enquanto pra ir juntando material de estudo, conteúdo, bagagem para poder tomar essa decisão da maneira mais apropriada, mais centrada, sabe?

E na verdade eu estou pensando em criar uma espécie de arquitetura literal… utilizar os símbolos léxicos – que termo lindo para palavras, não? kkkk – como uma forma de moldar a arquitetura de uma casa, de um cômodo. Tudo é sempre muito geométrico, cheio de ângulos retos e formas conhecidas. Já imaginou uma casa que, vista de cima, forma a palavra amor? Um jardim em forma de S, cheio de curvas? Eu acho que a arquitetura – principalmente essa arquitetura de luxo, de casas e mansões milionárias – poderia arriscar mais, sair um pouco mais dos padrões convencionais. Se tem dinheiro pra investir e ideias para concretizar, porque não juntar as duas coisas e mexer um pouco com os padrões da caretice vigente? Ah, esperem só quando eu for arquiteta…

Eu gosto muito do trabalho do Gaudí, aquele arquiteto de barcelona que é doidão e fez um monte de prédio doido, inclusive aquela igreja enorme, a Sagrada Família. Adoro o jeito que ele explora uma geomretria diferente, cheia de curvas, cheia de canais de vento e de entradas de luz… um trabalho lindo, único e pioneiro no mundo. Pena que os arquitetos das mansões milionárias e das gigantescas casas luxuosas que eu vejo aqui em cabo frio preferiram uma visão bem mais careta e engenheira da arquitetura ao invés de usar o lado artístico da profissão como o Gaudí fez.

É isso! ainda vou ser a arquiteta das estrelas e dos milionários. Já sei de dois jogadores de futebol da Europa que papai entrou em contato para fechar negócio que estão querendo comprar um terrenos e construir suas casas enormes e luxuosas aqui perto da gente em cabo frio ou búzios… falei brincando com ele para ele me contratar como arquiteta e ele super me incentivou. Acho que estou prestes a fazer uma guinada na minha curta vida profissional e começar a enveredar pelo ramo da arquitetura milionária de luxo…

Mas fiquem tranquilos que as poesias continuam sendo minha paixão de sempre! 😀

 

O abraço -Quem é você que sinto perto? Quem é você que bate esperto? Quem é esse? Me admira… -Sou cavaleiro dentro do peito… Estou em busca daquele abraço. O abraço do encontro… Abraço pelo qual me encanto. Abraço que me desperta o sangue. -Em todo abraço encontro alguém Mas amo o abraço do encontro… Por esse também me encanto. -Pois é… este é o abraço que nos une, O que nos tira de nossas casas cinzentas. Esse é diferente, preenche a gente… Da vontade de permanecer abraçado Abraçado… abraçadinho… -O abraço de amizade também é legal. -Mas o abraço do encontro é fenomenal! Nesse abraço sinto a lua cheia… Sinto o mar calmo como um rio. Nesse abraço sinto o perfume da estação desejada… Nesse abraço sinto as flores e seus aromas. Seu apertar… o desejar permanecer abraçado… Seus efeitos e sintomas. -Se nosso dialogo está tão longo quer dizer que o abraço e na pessoa certa? -Bem todo mundo conta que sim, que é assim. -Gostei tanto de você ai do outro lado… Que bate nesse peito, todo descompassado. Gostaria muito de estar mais com você, passear com você. Sentir o sol tão cheio de vida… Olhar o rio tão cheio de lua. Sentir a brisa através destes peitos de carne que nos separa e nos une, Criando assim o vicio do abraço. -Quero seu pulsar perto, em silêncio… Para ao ouvi-lo, me adaptar. Para aí sim caminharmos no mesmo pulsar. Breno C. Ringuier De @bringuier_es #poesiaseafins #comunidadepoetica #poesiameio by poesiaseafins

Padrão
#prontofalei

Arquitetura! Sempre pirei

Padrão

Uma coisa que eu piro desde pequena é arquitetura.

Tem umas casas que são demais! Vou começar a postar aqui umas coisas que eu piro de ver em arquitetura!

sempre uns casão fudido, claro néCAda ideia… não vejo a hora de montar a minha casinha. Logo logo, depois que sair o espólio do meu avô, acho que vou conseguir me mudar pra cobertura dele em Ipanema… morando sozinha, já pensou? Vai dar pra escrever muuito… lá é muito inspirador!

 

 

I Kissed You In My Dreams – Poems I find somewhere

Padrão

I Kissed You In My Dreams

Last night I had a dream. Oh yes, it was a remarkably vivid dream. I met you my strong handsome man…

We locked hearts…locked eyes and wanted only each other.. We walked on a beach in the moonlight with the sounds of waves crashing against the rocks

We sat on the sand and melted our hearts with passion… with the soft warm music of raindrops dancing on the water We kissed slowly ….every so slowly….with the pounding beat of passion making our hands tremble

We created an energy together that was futuristic in nature Not a single word was said… not needed… our synergistic motion mimicked the waves

I woke up soaked in a hot hot hot sweat. My body dripping dripping dripping …..with wet pearls of joy My heart pounding so fast…. It seemed so real, so very real My slender athletic toned body and your strong body…melting together in the rain

I loved every ounce of your soul and sought to make you happy. I ran my fingers over your beautiful face and rubbed your body sweetly with the water from the ocean I needed you and you needed me…to please to love to cherish I kissed you ever so slowly, so beautifully, and wanted to feel your heart Yes, it seemed so unbelievably real..I thought

I tried so hard to go back to sleep and fall into the dream but something kept me awake perhaps the sound of my own lonely heart pounding, throbbing, shaking

I can hear you – Poems I find somewhere

Padrão

I can hear you

I can hear you in all your silence too The beats of your heart that drums double in woo The plunging, brooding eyes that reaches down my heart’s groove Silent soul following my traces to the moon.

Your feelings give me vibrations of love that feels so true Icicle now melting coloring all my world once blue Your love it shines my heart. It’s like a spectrum of hues As you are falling into me and I am falling into you.

Your light aglows my soul, I flow in peace I never knew Your eyes hypnotize. I lose myself trail-less, no clue. Your fingers play a trance, I feel aligned to their tune Twilight breaks on my sight as if breaking golden noon.

Your voice tricks my heart, I feel you calling me your boo I drift in endless oceans of some feelings all brand new Ranging from the top of lungs, you pierce my deepest truth You take over my all and I feel happy to be you.

Source: ReasonPad- Poetry


veteran searching for meaning – Poems I find somewhere

Padrão

veteran searching for meaning

I am nothing more than an imperfect soul Trying to make sense of the world around me. Through what little understanding I can invoke I spread this wisdom to my fellow man. To let him who struggling with the weight From the responsibility of life Know that many others before have sat And questioned in pain and confusion But have persevered, risen, and become stronger Not because of an easy path before them, But because of the courage created inside Pushing them through every impediment Thrown in front ofv them by life.

So far I've lived a life rooted in analytical thinking From the memorization and repetition of Known rules, laws, and procedures Conforming to a pre-constructed image of What a successfull life is based from The material possesions owned To the title one holds at an occupation. No longer. Now I will pursue a life with the above foundation But now directed to the creation of new ideas, Visions, philosophies, in hope to better not only mine But the lives of all my fellow man.

Endlessly Hoping – Poems I find somewhere

Padrão

Endlessly Hoping

All she ever wanted was to be admired with the same fierce intensity she admired the sky. She wanted someone to appreciate her flaws in the way she appreciated every discarded petal, with utter elegancy. All she wished for was for somebody to gaze at her, fixated on the beauty she tried to give. She wished for someone to love all of her as profoundly as her fascination with the world.